HIPERMEIOS NA CONSTRUÇÃO DA LEITURA E ESCRITA: AMBIENTE PARA CRIANÇAS E PORTADORES DE DEFICIÊNCIAS

Lucila Maria Costi Santarosa, Milene Selbach Silveira, Denise Salvadori Virti
Centro de Informática Educativa Superior, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Brasil



Introdução

O CIES/EDUCOM ao longo de seus dez anos de atividades como centro de investigação, formação de recursos humanos e desenvolvimento de software, tem se destacado na obtenção de premios em concursos nacionais de software educativo, promovidos pelo Ministério de Educação do Brasil.

Motivados por esses resultados e pela possibilidade de contribuição que podemos oferecer nesta área, tendo presente a grande carência de software educativo em língua portuguesa, principalmente na conotação de software aberto, ou seguindo modelos "heurísticos" ou também denominados "interativos" [KIN90] [TEO92], nossa equipe propôs-se a realizar o trabalho aqui descrito.

Apoiado em teorias construtivistas, que fundamentalmente consideram a aprendizagem uma construção do sujeito, investiu-se no desenvolvimento de um ambiente, com o apoio de técncas de hipermeios (tecnologia esta que une, na tela do computador, simultaneamente, sons, dados, textos, gráficos, imagens paradas e em movimento [SHA93]), que oportunizarčo a crianças e pessoas portadoras de deficiências, um novo recurso para a construção da leitura e escrita.

Nesta perspectiva, o princípio básico sobre o qual este ambiente está fundamentado corresponde ą participação ativa da criança na elaboração de formas e comunicação de mensagens e idéias, que podem ser criadas a partir do manuseio de elementos simples como letras, sílabas, palavras, até a produção/exploração de textos, estórias, jornais e livros, com possibilidades de animação gráfica, som, imagens, etc.

Além do mais, é aberto espaço para o mundo lúdico dos jogos educativos, que envolvem o desenvolvimento cognitivo em dimensões relacionadas a trocas simbólicas no manuseio de símbolos de escrita e, essencialmente, compreendendo a construção dos conceitos de número, espaço e tempo.
 

Descrição do ambiente

Este ambiente usa a metáfora de um Centro Comercial no qual está disponível um leque de opções e de ações a executar.

Ao entrar no ambiente (Centro Comercial) poderá percorrer alguns andares com diferentes locais para selecionar. No térreo,por exemplo, há um parque de jogos, através do qual é possível acessar a diversas atividades lúdicas tais como: jogos de classificação, seriação, labirintos, etc. que visam o desenvolvimento cognitivo das noções acima referidas.

No primeiro andar há o escritório de uma Editora, onde, de cada mesa de trabalho disposta na sala, é possível acessar os diversos setores da mesma, como o de Escrita (criação de textos, com diversos tipos e tamanhos de letras e palavras pré-definidas); o Gráfico (utilização de figuras pré-definidas e criiação de novas); o de Diagramação (diagramação do texto de forma a criar um jornal, estórias em quadrinhos, etc.) e o de Criação de Livros Eletrônicos (possibilita a junção das páginas Ñ textos/gráficos criados anteriormente Ñ através de ÒbotõesÓ dando a forma de um livro).

Todas as opções existentes em cada setor (que serčo vistas em detalhe na demonstração do sistema) sčo acessáveis através de ícones que pictoriamente representam a ação a ser realizada.
 

Considerações finais

As possibilidades de criação de cada criança-usuário dependerčo de sua imaginação e criatividade, bem como de seu nível no processo de alfabetização, podendo aventurar-se nessa produção a partir dos lementos que fazem parte de suas hipóteses sobre a leitura-escrita, ou seja, estando ela em nível pré-silábico ou silábico ou silábico-alfabético ou alfabético ou ortográfico.

O ambiente, na forma como foi aqui descrito, representa a primeira imlementação referente ao seu desenvolvimento, prevendo-se a abertura de novos espaços, que privilegiem o enfoque do desenvolvimento cognitivo e que certamente surgirčo do seu uso e exploração junto ą criança, num processo de observação e acompanhamento das necessidades que forem surgindo.

Com a demonstração do sistema, serčo discutidas as novas opções que estčo sendo planejadas para a continuidade deste projeto, como, por exemplo, trabalho com animação, som, inclusčo de processos de varredura para escolha das opções, etc.
 

Bibliografia

[BRO92] BROWN, K. O ABC do Toolbook for Windows. Ed. Makron Books do Brasil, 1992.

[KIN90] KING, D. La aplicación del software en la Educación. Comunicación, Lenguage y Educación, 5:31-46, 1990.

[PIE90] PIERCE, J.R. Toolbook Companion. Microsoft Press, 1990.

[SHA93] SHADDOCK, P. Criações em Multimídia: Um laboratório prático para exploração de sons e animações. Berkeley Brasil Editora, 1993.

[TEO92] TEODORO, V. Educação e Computadores. In: TEODORO,V.; FREITAS, J.C. Educação e Computadores: Desenvolvimento de Sistemas Educativos. Lisboa: GEP-ME, 1992.